O realçador de sabor é seguro?

O realçador de sabor é seguro?

Levar bons alimentos para os seus consumidores é prazeroso, destaca a sua empresa em um mercado tão competitivo quanto o de alimentos, aumenta os seus rendimentos e gera novas oportunidades para o crescimento da empresa. Agora, o que pouca gente sabe, é que dá para melhorar ainda mais o sabor original dos seus alimentos, basta utilizar o realçador de sabor. E acredite, os seus clientes vão amar este produto. 

O Realçador de Sabor é um insumo muito utilizado pela indústria alimentícia, uma vez que tem algumas vantagens únicas. Antes de citarmos esses benefícios, precisamos explicar o porquê do realçador de sabor ser tão vantajoso. Bom, quando acrescentado no alimento, ele traz à tona o sabor umami, o quinto sabor que a nossa língua pode sentir. Na tradução ao pé da letra, umami significa “essência da delícia”. 

A descoberta deste quinto sabor é considerada recente e foi feita pelo cientista japonês Kikunae Ikeda, em 1908. Mas o umami, trazido pelo realçador de sabor, só foi considerado um sabor único no início dos anos 2000, quase cem anos depois de sua descoberta. Algumas das vantagens do realçador de sabor e do umami para a sua empresa e para o seu consumidor final são:

  1. O realçador de sabor faz com que o sabor do alimento se espalhe por toda a língua, realçando, assim, o sabor natural dos alimentos;
  2. O umami trazido pelo realçador de sabor tem a capacidade de preservar o sabor do alimento por mais tempo em nossa língua, quando comparado com outros sabores, como o azedo, o amargo, o doce e o salgado;
  3. Alimentos que recebem o realçador de sabor se tornam mais apetitosos e provocam a sensação de salivação ao ver o produto; 
  4. Com o Realçador de Sabor, você usará menos cloreto de sódio, ou seja, sal de cozinha, em suas receitas, o que colabora para a saúde das pessoas. Quanto menos sódio, melhor!

O realçador de sabor traz muitas vantagens para as empresas que produzem alimentos, mas como ele é produzido? Ele faz mal para o consumidor final? No decorrer deste artigo, vamos tentar elucidar esta e outras dúvidas que você possa vir a ter sobre este excelente produto. 

Como o realçador de sabor é produzido e utilizado em suas receitas?

Lá no início, em 1908, o cientista Kikunae Ikeda produziu o glutamato monossódio, a partir do isolamento e da posterior duplicação de moléculas retiradas de uma importante alga muito utilizada no consumo japonês. Mas como era de se esperar, as tecnologias evoluem, possibilitando a produção em escala industrial, de maneira mais uniforme e rápida. Hoje, o realçador de sabor é produzido por meio da fermentação da cana-de-açúcar, da beterraba e de outros vegetais que têm muito açúcar, em um processo parecido com o da fabricação do vinho. 

As etapas de produção até podem parecer simples, mas entenda que estamos falando de uma maneira reduzida, para mostrar como o produto é seguro para a digestão humana. Da cana é produzido um melaço que será transformado em glicose. Essa, por sua vez, passa por um processo de fermentação e se transforma no ácido glutâmico. Para neutralizar este ácido, é adicionado sódio na mistura, fazendo com que o glutamato monossódico seja criado. 

Depois, toda a mistura é coada e filtrada, para se obter o glutamato monossódico puro. Ao cristalizar, vira um sal, de aspecto parecido com o cloreto de sódio ou sal de cozinha convencional. Nesta altura, são adicionados ao glutamato monossódico especiarias, temperos e condimentos, para criar o realçador de sabor que deixará os alimentos produzidos pela sua empresa ainda mais saborosos. 

A sua utilização é simples, basta adicionar 5 gramas do Realçador de Sabor da Adicel em 1 quilograma do alimento produzido e pronto, seu sabor será ainda mais gostoso do que o original. Ele pode ser utilizado em carnes para churrascos, linguiças, hambúrguer, almôndegas, presuntos, frangos, sopas, molhos, caldos, recheios salgados em geral, saladas, legumes e produtos em pó.

Mas enfim, o realçador de sabor é seguro?

Muitas pessoas acham que o realçador de sabor não é seguro para ser consumido, mas isso não passa de um grande mito. Tanto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) quanto a Food and Drug Administration, a FDA, rotulam o realçador de sabor como seguro para o consumo humano, e a Adicel segue todas as diretrizes da ANVISA para a produção de insumos de qualidade e que oferecem segurança para os seus clientes e para os clientes das empresas parceiras. 

Dessa maneira, é possível considerar o Realçador de Sabor da Adicel seguro para o consumo, logo, ele pode e deve ser utilizado para o preparo dos mais diversos tipos de alimentos, levando, assim, mais sabor para os seus clientes. E acredite, as vantagens do Realçador de Sabor da Adicel vão além da segurança, com ele é possível diminuir a quantidade de sódio utilizado na produção dos alimentos, colaborando para uma alimentação mais saudável de seus clientes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.