Creatina monohidratada: para que serve e quais seus benefícios?

Creatina monohidratada: para que serve e quais seus benefícios?

A creatina é uma substância natural produzida pelo corpo, mas também pode ser obtida através da alimentação. Ela está presente nas carnes de peixe, bovina, frango e também no leite e derivados. Além disso, a creatina monohidratada também pode ser encontrada, em maiores concentrações, na forma de suplementos em cápsula ou em pó, que podem ser ingeridos antes ou após treinos físicos.

Ela desempenha um papel importante no fornecimento de energia para as células musculares, especialmente durante atividades físicas de alta intensidade e curta duração.

A creatina é sintetizada no fígado, nos rins e no pâncreas a partir dos aminoácidos arginina, glicina e metionina. Ela é armazenada nos músculos na forma de fosfocreatina, que atua como uma reserva de energia imediata. Durante exercícios intensos, como levantamento de peso, a fosfocreatina é quebrada, liberando um grupo de fosfato que se liga à adenosina difosfato (ADP), regenerando a adenosina trifosfato (ATP), que é a principal fonte de energia utilizada pelas células.

Creatina monohidratada – Suplemento

A suplementação com creatina monohidratada em forma de pó é uma maneira comum de aumentar os níveis de creatina nos músculos. Isso pode levar a benefícios como melhora do desempenho físico, aumento da força e potência muscular, aumento da massa muscular e aceleração da recuperação pós-exercício. A creatina monohidratada é amplamente utilizada por atletas e pessoas que praticam exercícios de alta intensidade.

A creatina monohidratada é um suplemento alimentar popularmente utilizado por atletas e pessoas que buscam melhorar o desempenho físico e aumentar a massa muscular.

A suplementação de creatina monohidratada visa aumentar os níveis de creatina nos músculos, o que pode levar a diversos benefícios, incluindo:

  • Melhora do desempenho físico: A creatina é armazenada nos músculos na forma de fosfocreatina, que fornece energia rápida durante atividades físicas de alta intensidade e curta duração, como levantamento de peso e sprints. Ao aumentar os níveis de creatina muscular, a suplementação pode ajudar a melhorar a força, a potência e o desempenho atlético nessas atividades.
  • Aumento da massa muscular: A creatina também pode contribuir para o aumento da massa muscular. Ela estimula a síntese de proteínas musculares, o que favorece o crescimento e a recuperação muscular após o exercício. Além disso, a creatina pode aumentar o volume de água nas células musculares, o que pode levar a um aspecto mais “inchado” dos músculos.
  • Recuperação muscular acelerada: A suplementação de creatina pode auxiliar na recuperação pós-exercício, reduzindo a fadiga muscular e a inflamação. Isso permite uma recuperação mais rápida entre as sessões de treinamento intenso.
LEIA TAMBÉM:  Corante Betacaroteno: usos e benefícios na indústria de alimentos

 

Uso de creatina monohidratda nos alimentos e bebidas

A creatina monohidratada é comumente utilizada na forma de suplemento em pó, que pode ser facilmente dissolvido em líquidos. No entanto, é importante notar que a creatina monohidratada em si não é tipicamente usada diretamente em alimentos ou bebidas. Em vez disso, a suplementação é feita adicionando o pó de creatina a uma substância líquida adequada. Aqui estão algumas opções comuns de uso da creatina monohidratada em alimentos e bebidas:

  1. Creatina dissolvida em água: A forma mais simples e comum de consumir creatina monohidratada é dissolvê-la em água. Basta adicionar a dose recomendada de creatina ao copo de água e misturar até que o pó esteja completamente dissolvido.
  2. Creatina dissolvida em suco de frutas: A creatina monohidratada pode ser misturada a sucos naturais de frutas para melhorar o sabor e facilitar o consumo. Escolha sucos de frutas sem adição de açúcar e adicione a dose de creatina ao suco, misturando bem.
  3. Creatina dissolvida em shake ou smoothie: outra opção é adicionar a creatina monohidratada a shakes ou smoothies. Você pode usar uma base de leite (como leite de vaca, leite vegetal ou iogurte) e combinar com frutas, vegetais, proteínas e outros ingredientes de sua preferência. Basta adicionar a dose de creatina ao liquidificador junto com os outros ingredientes e bater até obter uma mistura homogênea.
  4. Creatina misturada em alimentos: Se preferir, você também pode misturar a creatina monohidratada em alimentos semissólidos, como purês, iogurtes, sopas ou molhos. Certifique-se de que a consistência do alimento seja adequada para misturar a creatina e que ela, seja completamente dissolvida ou dispersa.

 

Na Adicel Ingredientes você encontra a Creatina Monohidratada em pronta entrega para dar mais energia em suas receitas.

LEIA TAMBÉM:  Por que a utilização de aditivos alimentares é importante?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *