Como manter biscoitos crocantes e sempre frescos nas prateleiras

Como manter biscoitos crocantes e sempre frescos nas prateleiras

Os biscoitos fazem parte da rotina de vida do brasileiro. Seja no café, no lanche, intervalo de refeições e até na merenda das crianças, lá estão eles. E essa preferencia toda está muito ligada a experiência do sabor. Biscoitos crocantes são mais saborosos. A crocância dos biscoitos adiciona uma textura agradável à experiência de comer.  Além disso, os biscoitos crocantes podem ter uma variedade de sabores deliciosos, como chocolate, baunilha, canela, manteiga, entre outros. O sabor pode variar dependendo da receita e dos ingredientes utilizados, mas, em geral, os biscoitos crocantes são considerados muito mais saborosos pelos consumidores.

Se você é fabricante de biscoitos e procura uma solução para deixar seus produtos mais crocantes, sem aquele aspecto amolecido, preste atenção neste artigo porque alguns aditivos são essenciais para a produção dos biscoitos.

 

Como manter o biscoito crocante

Uma das formas é utilizar, na receita, o aditivo correto. Um deles é o bicarbonato de amônia. Também conhecido como amoníaco para uso alimentar ou “sal volátil”, o bicarbonato de amônia é um agente de fermentação química frequentemente utilizado em receitas de biscoitos. Ao ser aquecido no forno, o bicarbonato de amônia libera dióxido de carbono, o que ajuda a criar uma textura leve e crocante nos biscoitos.

No entanto, é importante ressaltar que o bicarbonato de amônia possui um odor forte e característico, que pode ser desagradável para algumas pessoas. Além disso, nem todos os tipos de biscoitos se beneficiam do uso de bicarbonato de amônia, pois seu efeito é mais notável em biscoitos que devem ficar bem crocantes, como alguns tipos de biscoitos amanteigados ou biscoitos de especiarias.

LEIA TAMBÉM:  Por que utilizar emulsificantes em congelados?

 

Como conservar biscoitos e evitar o ranço

Os antioxidantes também desempenham um papel fundamental na conservação de biscoitos, protegendo-os da oxidação e prolongando sua vida útil. Aditivos como o antioxidante bass pode ser utilizado na fabricação dos biscoitos para impedir a formação de compostos indesejáveis que podem alterar o sabor, aroma e textura dos produtos.

 

O antioxidante Bass atua como agente de proteção, impedindo a oxidação dos óleos e gorduras presentes nos biscoitos. A oxidação ocorre quando esses componentes entram em contato com o oxigênio do ar, resultando em sabores desagradáveis e ranço. Os antioxidantes retardam ou interrompem essa reação química, garantindo que os biscoitos mantenham seu frescor, sabor e qualidade por mais tempo.

A Adicel comercializa o Antioxidante Bass nas embalagens:

Antioxiante Bass 1kg
Antioxidante Bass 1 kg

 

Antioxidante Bass 40kg
Antioxidante Bass 40kg

 

 

Outro aditivo muito usado é o metabissulfito de sódio. Um composto químico utilizado em diversos alimentos como um conservante e antioxidante. No caso dos biscoitos, o metabissulfito de sódio pode ser utilizado para prolongar a vida útil dos produtos, prevenindo a oxidação dos ingredientes e ajudando a manter a qualidade e frescor por mais tempo.

O metabissulfito de sódio também pode ter um efeito branqueador nos biscoitos, ajudando a manter uma cor mais clara e atraente, especialmente em produtos que contêm frutas secas ou outros ingredientes que podem escurecer durante o processo de cozimento.

Além disso, o metabissulfito de sódio pode ter um efeito inibidor sobre algumas enzimas presentes nos ingredientes do biscoito, o que pode ajudar a manter sua textura e maciez por mais tempo.

 

Como armazenar biscoitos

Após fazer o uso coreto dos ingredientes, outro passo importante para garantir a qualidade e tempo de vida nas prateleiras é o armazenamento.

Armazenar corretamente para venda é importante garantir que eles mantenham o frescor e a crocância. Aqui estão algumas dicas para armazenamento adequado:

  1. Escolha embalagens apropriadas: Opte por embalagens que sejam herméticas e forneçam uma barreira eficaz contra o ar e a umidade. Sacos de celofane, potes de plástico com tampas ou sacos ziplock são boas opções. Certifique-se de que as embalagens estejam limpas e livres de qualquer resíduo que possa afetar a qualidade dos biscoitos.
  2. Camadas de proteção: Se você estiver empacotando diferentes tipos de biscoitos juntos, considere usar separadores, como papel manteiga ou papel encerado, entre as camadas para evitar que os biscoitos grudem uns nos outros.
  3. Evite misturar sabores: Se você tiver biscoitos com sabores diferentes, é recomendável embalá-los separadamente ou agrupá-los em embalagens distintas para preservar os sabores individuais.
  4. Controle a temperatura e umidade: Armazene os biscoitos em um local fresco e seco, longe de fontes de calor e umidade. Evite áreas da cozinha que possam ficar expostas à luz solar direta ou a flutuações de temperatura, como próximo ao forno ou à pia. Manter uma temperatura ambiente estável ajudará a preservar a crocância dos biscoitos.
  5. Rótulos informativos: Certifique-se de etiquetar as embalagens com informações importantes, como o tipo de biscoito, a data de produção e a data de validade. Isso ajudará você e seus clientes a saberem a frescura dos produtos.
  6. Estoque rotativo: Para garantir que seus biscoitos sejam vendidos dentro do prazo de validade ideal, utilize uma estratégia de estoque rotativo, colocando os produtos mais recentes atrás ou em cima dos mais antigos. Isso ajudará a evitar que os biscoitos fiquem fora da validade e garante que os clientes recebam produtos frescos.
LEIA TAMBÉM:  O que é sorbato de potássio?

 

Lembrando que as orientações específicas de armazenamento podem variar dependendo do tipo de biscoito e de ingredientes utilizados.

Gostou das dicas? Acesse Adicel Ingredientes e encontre os aditivos corretos para melhorar ainda mais a qualidade do seu produto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *