Como o controle de qualidade pode interferir nos custos do seu produto

Como o controle de qualidade pode interferir nos custos do seu produto

Neste novo artigo da Adicel, iremos conversar um pouco sobre um assunto de extrema importância para qualquer indústria alimentícia que deseja crescer e se destacar no mercado. O controle de qualidade é fundamental para garantir a qualidade dos alimentos produzidos, a sua segurança e, não menos importante, na otimização dos custos que o seu produto terá e a consequente margem de lucro que será imposta pela indústria ou restaurantes. 

Mas antes de começarmos, precisamos primeiro entender o que é o controle de qualidade e como ele pode interferir diretamente na sua empresa. 

De maneira geral, o controle de qualidade nada mais é do que a união de inúmeros elementos nutricionais, de padrão e sanitários que garantem a excelência nas características físicas e químicas dos alimentos.  Ele ainda serve para garantir que todas as exigências realizadas pelo órgão regulador de cada país, no caso do Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, sejam cumpridas, que as expectativas do seu consumidor estejam garantidas e de que nada fora do normal contamine os alimentos. 

Quando uma empresa tem o controle de qualidade de seus alimentos, sabemos que ela possui a preocupação e a prática de garantir a qualidade e, principalmente, a segurança de tudo o que é produzido pela indústria. Quando o seu cliente decide confiar a vida em sua marca, (aqui precisamos fazer um adendo, devemos lembrar que uma intoxicação alimentar pode levar desde sintomas leves até a morte), ele acredita que tudo o que está consumindo esteja de acordo com os rígidos padrões estabelecidos pelos órgãos reguladores. 

Por isso o controle de qualidade é tão importante para qualquer indústria. Mais do que garantir que os produtos estão saindo todos com o mesmo tamanho e com a mesma quantidade de gramas na embalagem, ele serve para preservar a vida de seus consumidores finais. Quando implementado na indústria ele monitora de perto processos diários que previnem a contaminação dos alimentos na cadeia de produção, seja a colheita, o abate, a produção, o transporte, o armazenamento e a distribuição. 

LEIA TAMBÉM:  Creatina monohidratada: para que serve e quais seus benefícios?

Benefícios do controle de qualidade

Como falamos, o controle de qualidade traz inúmeros benefícios tanto para a sua empresa quanto para seus consumidores. Quando falamos dos consumidores, pensamos na importância de garantir que o seu produto chegue a casa das pessoas com a mesma qualidade com a qual ele saiu da sua empresa, mesmo passando por diversas etapas, como o transporte e o armazenamento. Ele é essencial para garantir a saúde e o bem-estar de quem futuramente irá consumir o seu alimento, sejam eles panificados, massas frescas ou não, doces, molhos, recheios, bebidas e tantos outros. 

Mas, acredite, quando falamos em controle de qualidade, falamos também em benefícios para a empresa como um todo. Ele oferece vantagens comerciais para quem produz alimentos, como a redução do desperdício e mostra para o mercado que a sua empresa é séria e que se preocupa com todas as etapas da produção. 

Vamos pensar na redução de desperdícios e nos alimentos que a sua empresa produz. Se a embalagem marca que cada produto tem uma quantidade exata de gramas, mas na hora da fabricação essa quantidade é ultrapassada por 10, 20 gramas a mais. Essa quantia pode ser insignificante a olho nú, mas pode causar grandes prejuízos no final de toda uma produção. Se 100 embalagens forem com 10 gramas a mais cada uma, no final, você terá desperdiçado um quilograma de alimento. 

Faça as contas no final de uma semana, de um mês ou de um ano. Esse prejuízo pode alcançar a casa das centenas de reais, dificultando o crescimento e a competitividade da sua empresa em um mercado cada vez mais concorrido que é o alimentício. Devemos lembrar que o controle de qualidade também trabalha na intenção de normatizar, regulamentar e acompanhar tudo o que ocorre na cadeia produtiva, auxiliando assim a reduzir o máximo destes desperdícios que podem ser cruciais para o desenvolvimento da empresa. 

LEIA TAMBÉM:  Alimentos Desidratados: o que são e quais as vantagens de utilizá-los

Lembre-se, as regras do controle de qualidade que a sua empresa irá implementar devem ser seguidas por todos e todas que ali trabalham, desde os diretores, os gestores aos funcionários que manipulam diretamente os alimentos. Caso a mudança de pensamento não seja seguida à risca, é possível que os desperdícios e os erros continuem ocorrendo, impactando nos resultados finais. 

Os principais benefícios da implementação de um rígido controle de qualidade na empresa são:

  • Satisfação dos clientes;
  • Padronização em toda a cadeia produtiva;
  • Garantia de que a qualidade do produto final será a mesma;
  • Segurança alimentar para os seus clientes;
  • Otimização do rendimento de seus produtos e insumos;
  • Redução da perda de produtos, insumos e lucros;
  • Maior lucratividade da empresa como um todo;
  • Crescimento da sua marca. 

Como implementar o controle de qualidade na minha empresa?

Para implementar o controle de qualidade na sua empresa, é preciso que algumas regras sejam seguidas, como:

  1. Padronize todos os seus procedimentos de fabricação de alimentos;
  2. Consiga a certificação de seus alimentos, como o ISO 22000;
  3. Saiba sobre as leis que regulamentam o seu nicho de atuação;
  4. Tenha uma gestão unificada e integrada dos seus procedimentos e da sua empresa;
  5. Defina quais são os pontos de controle de qualidade que você deseja atingir em seus produtos;
  6. Avalie cada produto e veja os que realmente são válidos para serem vendidos. Elimine os que não tem mercado;
  7. Defina e acompanhe os principais indicadores de metas de desempenho que a sua empresa quer atingir, os chamados KPIs;
  8. Busque pela melhoria contínua dos processos de produção e se necessário, automatizar alguns. 

Estas são algumas dicas de como você pode obter o melhor resultado de desempenho, qualidade e produtividade da sua empresa. Aqui em nosso blog você encontrará outros artigos que irão te apresentar insumos que vão ajudar na melhora dos rendimentos da sua empresa. Não deixe de conferi-los. 

LEIA TAMBÉM:  Aquecimento do segundo semestre, como preparar sua produção alimentícia?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *