Por que a utilização de aditivos alimentares é importante?

Por que a utilização de aditivos alimentares é importante?

Para entendermos o quão importante é a utilização dos aditivos alimentares na indústria, precisamos antes dar uma pincelada no que são estes aditivos e como eles podem ajudar a você e a sua empresa a aumentarem o faturamento, o rendimento e, principalmente, levar mais qualidade e segurança para os seus clientes. 

Os aditivos alimentares são insumos utilizados pela indústria e estes podem ter a sua origem natural, como as lecitinas ou artificiais, ou seja, criados em laboratórios para fornecer o melhor desempenho para os alimentos. Estes insumos podem ser adicionados em qualquer etapa da produção dos alimentos, seja na fase final ou logo no início, durante a manipulação dos produtos. 

A sua principal função dos aditivos alimentares é melhorar as propriedades físicas, químicas e biológicas dos alimentos, oferecendo um maior tempo de prateleira, maior segurança contra a contaminação por fungos e bactérias, melhorar a textura e o sabor e, por fim, oferecer experiências mais prazerosas para os consumidores. 

É interessante destacarmos que os aditivos alimentares não buscam alterar a capacidade nutricional dos alimentos, apenas proporcionar, tanto para o fabricante, quanto para o consumidor, uma melhor experiência e qualidade durante os processos que envolvem a sua fabricação, distribuição, estocagem e posterior comercialização e consumo. A sua utilização só é permitida quando a sua eficácia e a sua segurança é comprovada e, por este motivo, eles não causam malefícios quando utilizados respeitando as regras determinadas pelas agências reguladoras de cada país. 

No Brasil, como sabemos, o controle de qualidade e de distribuição dos produtos é realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. Mas isso não quer dizer que outras agências reguladoras não sejam consultadas na hora da fabricação, pesquisa e liberação destes alimentos. Por exemplo, a Anvisa mantém contato com a U.S. Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos da América, com a Codex Alimentarius (FAO), responsável pelo controle na União Européia, entre outras. Devemos lembrar que com a economia globalizada, muitos alimentos são exportados, e por isso as agências devem trabalhar de maneira consoante para oferecer para os fabricantes e consumidores os melhores aditivos alimentares. 

LEIA TAMBÉM:  Propionato de Cálcio: o que é e para que serve nos alimentos?

Estes insumos são de extrema importância para uma indústria responsável pela alimentação de milhões de pessoas em nosso país. E quando falamos dessa responsabilidade, não falamos apenas de grandes produtores. Falamos também de empresas menores, que estão começando a trilhar o seu espaço neste mercado tão competitivo e, para essas, os aditivos alimentares talvez possuam uma importância ainda maior. Explicaremos no decorrer deste artigo. 

Tipos de aditivos alimentares 

Devemos ter em mente que os aditivos alimentares abrangem uma ampla gama de insumos utilizados para a preparação de alimentos e, não apenas, os conservantes, como muitas pessoas podem pensar. Dentre os mais utilizados diariamente e pela indústria alimentícia, podemos citar alguns que mais se destacam, como:

  • Os emulsificantes: estes servem para melhorar a textura, líquidos imiscíveis, como o óleo e a água, trazer umidade e uniformidade e melhorar a homogeneização dos alimentos. Confira o nosso artigo sobre os emulsificantes;
  • Os espessantes: estes, como seu próprio nome já diz, servem para espessar líquidos. Eles são muito utilizados em doces, molhos e recheios;
  • Os corantes: servem para alterar a coloração dos alimentos. Com eles é possível criar pães diferentes, mudar a cor de líquidos e deixar os alimentos mais atraentes para quem os vai consumir;
  • Os aromatizantes: eles servem para alterar, melhorar, intensificar ou adicionar cheiros aos alimentos. Muitas vezes são utilizados para dar o aroma de frutas naturais em receitas;
  • Os flavorizantes: a principal função dos flavorizantes é fornecer um sabor mais agradável e amigável ao paladar de seus consumidores. Um dos principais exemplos de flavorizante é o glutamato monossódico, confira o artigo completo sobre este flavorizante que conquistou o mundo;
  • Os adoçantes: seu próprio nome já revela muito do para que ele serve. Sua função principal é adoçar as receitas;
  • Os umectantes: na indústria alimentícia, a principal função dos umectantes é garantir a umidade necessária para que seus alimentos mantenham o seu sabor e não fiquem secos;
  • Os conservantes e antioxidantes: este talvez seja um dos grupos mais polêmicos dos aditivos alimentares, porém a sua função para a indústria alimentícia e para os consumidores é fundamental. Eles garantem que fungos e bactérias não contaminem os alimentos, evitando assim doenças que podem levar à morte. Confira os nossos artigos em que falamos mais a fundo da importância dos conservantes e dos antioxidantes para a sua empresa. 
LEIA TAMBÉM:  Balas de gelatina: como aumentar sua durabilidade

A importância dos aditivos alimentares

Como falamos no começo deste artigo, os aditivos alimentares são capazes de oferecer grandes benefícios para o fabricante de alimentos e para o consumidor. Com a sua correta utilização é possível melhorar a qualidade, o rendimento, a conservação, o tempo de prateleira, a estética e, não menos importante, a segurança de que a sua empresa estará fornecendo algo seguro para seus clientes. 

Além de retardar a contaminação por fungos e bactérias que podem ser letais, os aditivos alimentares ainda conseguem manter ou, até mesmo, ampliar as qualidades nutricionais dos alimentos, garantindo que eles estejam aptos para o consumo por mais tempo. Existem muitos exemplos onde vitaminas e minerais são incluídos nas receitas dos produtos no momento de sua fabricação, o que faz com que eles ajudem seus consumidores a melhorarem a qualidade de vida. Um bom exemplo desta utilização de vitaminas e minerais nos alimentos está na obrigatoriedade de ser adicionado iodo em nosso sal de cozinha. Assim como no sal, esse procedimento se repete em muitos outros produtos, como em sucos de caixinha, em geléias, recheios, molhos e por aí vai…

Já para a indústria alimentícia, além de ajudar a reduzir as perdas e a melhorar o rendimento dos alimentos, os aditivos alimentares possuem a capacidade de tornar os seus produtos ainda mais atrativos e saborosos, fazendo com que estes ganhem destaque nas gôndolas de padarias, supermercados e muito mais. 

Aqui na Adicel, nós acreditamos que podemos ajudar a sua empresa com produtos tecnológicos e de qualidade, independentemente do tamanho que seja a sua empresa. E por isso, em nosso site, você encontra os mais diversificados insumos e aditivos alimentares em embalagens que se adequam ao tamanho da sua produção. Melhore a qualidade e o rendimento de seus alimentos com a Adicel!

LEIA TAMBÉM:  Comida mofada: os riscos de consumir

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *